O filho você ama mais?

Então, que tal uma pergunta perturbadora como essa: QUAL FILHO VOCÊ AMA MAIS?

Meu trio mais lindo!!

Acredito que muitas de nós, quando ficamos grávidas pela segunda ou terceira vez, sentimos medo de não amar o segundinho como amaram o primeiro. Ou pior, sentiram culpa por tirar a exclusividade do primeiro filho, temendo ainda amar mais o segundo filho!

E de repente a gente percebe que é impossível amar igual dois seres diferentes!!! E tudo bem!! Não dá pra amar da mesma forma pessoas com personalidades e necessidades tão diferentes! E não há absolutamente nada de errado nisso!!!

Muitas mães sofrem tentando quantificar um sentimento que não tem medida. Não dá pra coisificar o amor e tentar dar tamanho a ele pelas coisas materiais que fazemos pra cada filho. Nem sequer comparar a mãe que fomos para o primeiro filho com a que nos tornamos tempos depois para o segundo ou terceiro filho. A gente muda o tempo todo e o amor é prs sentir e não medir!

Afinal de contas, que filho você ama mais, então?

A verdade é que o filho que você ama mais, é aquele que mais precisar de você naquele momento. O amor não é algo estático, parado e intransferível! O amor será a energia mais incrível circulando em nosso lar! Dado e recebido na medida exata daquele que precisa!

E parte de nós, adultos, essa mania de usar a régua pra medir e padronizar os sentimentos! A cria só sente, recebe e devolve de forma espontânea o amor que ela aprender com a gente! E é ai que está o desafio: como ensinar meus filhos que o amor não tem essa forma definitiva e imutável?  Sendo sincera. Transparente. Assumindo as fragilidades humanas que nós temos, sem substituir a atenção e o carinho por coisas materiais!

Alice realizando suas tarefas escolares e posando de modelo para a nossa prosa!

Vocês podem estar pensando: Muito lindo na teoria, mas como driblar isso na prática? Como fazer para dar atenção de qualidade para todas as crias?

O primeiro passo é aceitar que ser mãe não nos torna semideusas acima de todas as imperfeições. Somos seres de carne e osso, com limitações próprias…sentimos cansaço, tristeza e nos irritamos! Então, para que essas dicas te ajudem verdadeiramente, é de suma importância que você acolha as suas limitações e valide seus sentimentos!

Feito isso, vamos lá!!

Vou dividir 3 dicas que podem ajudar:

  1. > não olhe seu filho com pena por estar dando a ele um irmão: Você está dando a ele um companheiro pra vida, uma oportunidade de amar e ser amado, de construir juntos lembranças deliciosas de uma infância cheia de bagunças, brigas e alegrias! Além de que seu filho vai aprender desde sempre a dividir, viver em comunidade e fazer parcerias.
  2. > crie recursos e situações para incluir todos nas brincadeiras: Quando eu amamentava, sempre tinha perto livrinhos de histórias e brinquedos que eu conseguia brincar em cima da cama. Assim, enquanto o menor mamava, eu interagia com o mais velho. Sempre que dava, colocava um programa de tv pra vermos todos juntinhos…

    Família que brinca junto eterniza a alegria!!
  3. > tenha momentos com o filho mais velho: seja um banho juntos, uma refeição ou uma ida na padaria! Elogie o mais velho, seja positiva e quando quiser dizer a ele que algumas coisas ele pode fazer sozinho, não justifique dizendo que ele já está grande para que você faça algo, mas sim mostrando o quanto ele tem autonomia para executar tais tarefas. Mostre que isso é privilégio e não castigo por ter crescido!

A melhor mãe que eu posso ser… um dia de cada vez!

Ser mãe é um processo de aprendizado. Você está aprendendo a ser mãe de 2, 3 ou seja lá quantos filhos… A gente vai errar tentando acertar e tá tudo bem!!

E pra finalizar. tem duas coisas nesse mundo que quanto mais a gente dá mais a gente produz: AMOR E LEITE MATERNO!

Esbanje amor! E você vai descobrir que o filho que você ama mais é todo aquele que você foi capaz de gerar!

Então é isso ai!! Lindo sábado para nós!!! Ahhhh dá uma passadinha lá nas minhas páginas, caso ainda não tenha ido, curte lá pra acompanhar o conteúdo que eu tenho (em ritmo de férias hehehe) preparado para as mamães!!

No facebook: Prosas Maternas ou lá na página de amamentação Maria Claudia Consultora

No instagram: Maria Claudia Calonassi